domingo, 21 de junho de 2009

Destinatário: Marte

Caro vermelhinho... Querido Marte!!

Como estão as coisas por aí? Fiquei sabendo que descobriram um dos seus grandes segredos! Descobriram que você já teve lagos em sua superfície!! Quem diria que um dia nós iríamos descobrir isso hein? Logo você que tentou tanto esconder isso para que meu povo tão destruidor não se interessasse por você...

Mas o que acontece por aqui está me entristecendo demais! A ganância e o crescimento descontrolado da humanidade está comprometendo minha estrutura de uma forma devastadora. Minhas águas já não são mais tão limpas. Eles despejam todo tipo de resíduo químico nos meus leitos... a água doce está tão comprometida! A minha sorte é que tenho ainda algumas nascentes não descobertas... também tenho segredos, viu? Você não é o único, meu querido irmão!

A minha água salgada também tende a ir pelo mesmo caminho. Alguns países não se preocupam com a quantidade de lixo que produzem e se acham muito espertos ao criarem ilhas e mandarem todo o seu lixo para lá! Será que eles ainda não perceberam que quando conseguirem sujar toda a água doce, seu único meio de vida será a água salgada?? Eles estudam meios engenhosos para que no futuro possam tirar todo o sal contido nelas para poder consumir. Sabe, meus filhos são muito espertos, mas por vezes são tolos... estragam as duas ao mesmo tempo... é tão preocupante!!!

E o ar, Marte???? Você não imagina!!! Existem países em que nem se vê mais nosso querido céu... você consegue imaginar isso? Lembra quando escrevi para você contando que eles inventaram o automóvel? Lembra do meu orgulho diante da inteligêcia dos meus pupilos? Pois é... eles estão me deixando sem oxigênio limpo. Os automóveis andam despejando no ar uma quantidade enorme de dióxido de carbono. Você conhece esse veneno não é? Sabe o quanto ele é devastador para mim.

Meus queridos filhos também estão devastando as minhas florestas! Logo elas que você tanto elogiava e sonhava em ter em sua superfície... A cada dia que passa tenho menos florestas e mais concreto na superfície! Com o ar comprometido e sem florestas, não consigo imaginar como será meu futuro e que destino terão minhas pequenas crianças que ainda não sabem o que fazem!

Sabe Marte, as vezes penso que eu deveria ter escutado mais a nossa mãe galáxia... ela sempre me disse que eu não fosse tão generosa com eles, que tinha que ter imposto mais limites, gelado mais aqui, esquentado mais ali, para que eles não criassem tantos poderes assim. Mas agora é tarde demais! Minha cabeça que era fria, anda derretendo cada vez mais. As geleiras estão realmente se quebrando e me preocupo com o volume das águas. Já tive tempos de mais calmaria nos meus pensamentos!! Ah, se tive!!!

Enfim querido irmão! Não te escrevo com a intenção de te preocupar. Te escrevo com a intenção de te ajudar e aconselhar! Cuidado com meus filhos... eles andam te visitando e te pesquisando por que perceberam o quanto sua mãe está ficando desgastada... estão na fase de querer sair da sua velha casa e explorar algo novo! A novidade é você, Marte!

Trate meus filhos com carinho, mas não os deixe tão potentes como eu os deixei. Palavras de uma mãe envelhecida e desgastada que está prevendo a saída dos filhos de casa.

Com todo amor de sua eterna irmã,

TERRA




26 comentários:

Marcela Reinhardt disse...

nossa! comovente...
infelizmente somente nós que não detemos o poder temos consciencia disso tudo, do quanto estamos caminhando erroneamente!
Estamos destruindo tudo o que temos de verdadeiro, de sólido em troca de poder, dinheiro...
é triste pensar que somos humanos!

Viick' disse...

Emocionante ,chorei lendo,
acho q já está mais do q na hora de nós acordarmos e cuidarmos da nossa mãe terra.


vlw pelo coments,;D


**;

Yasmin disse...

Muito boa a carta, uma verdade inquesionável e sem brechas. :) Uma visão diferente, criativa, gostei.

Francisco disse...

Ah, mamãe Terra! A senhora sempre preocupada conosco. Não vê que é só uma brincadeirinha que eu e meus irmãos fazemos com a atmosfera e com os oceanos!
Qualquer dia, quando aquele irmão que trabalha em Houston nos der um novo brinquedo, daí sim a gente vai visitar o seu distante amigo Marte e atazanar um pouquinho a vida dele. Por enquanto, ficamos aqui lhe incomodando.
Beijinhos!

Max Psycho disse...

caramba, muito foda o texto Nina, parabéns pela escolha, bjus gata

Bill Falcão disse...

E, se a gente bobear, vamos ficar tão desertos quanto Marte, Nina!
Brilhante ideia! Brilhante texto!
ADOREI!
Bjooooooo!!!!!

Marina Melow disse...

Ficou muito maneira a sua carta!
Muito criativa mesmo, que visão!
Eu fiz a minha hoje.
Adorei esse tema!


beijos:*

Rodrigo disse...

lindo post, sensibilidade incrível meu amor! infelizmente sou obrigado a concordar com tudo isso que você relatou. é com muita tristeza que percebo todos os recursos naturais se esvaindo sem perceber a mínima vontade da maioria em mudar o panorama... Neste caso, infelizmente, a andorinha solitária não está conseguindo fazer o "verão".

beijos do seu amor

Mar e Ana disse...

Nossa, lindemais ;~
Era bom que muuuuuita gente lesse isso!
:*

Stella disse...

É... o crescimento anda mesmo acelerado demais... :/ Ontem vi num programa que a via láctea vai colidir com outra galáxia - andromeda - daqui há uns bilhões de anos e que já estão planejando maneiras de criar um novo habitat em outra galáxia. Pois é. Nem acho que vão fazer isso pra "salvar a Terra", mas pra se salvarem. Ah, sabe... acho que é o tipo de situação de "só dar valor quando perde". O dia em que encararmos de frente o problema, é que vamos perceber a merda que deu...

Beijo, moça

Mary West disse...

Teu texto me deu saudade do meu planeta natal.

Hahahaahah. Sem brinks, realmente estamos anos luz de termos consciencia da nossa responsabilidade.

Atreyu disse...

Adoro Pin Ups!!!
\o/
Quando vi no seu banner...
*FREEDOM*
massaki

Flor disse...

Triste né ? Mas é a realidade ! Quando é que todos vão acordar e perceber que o pouco tempo que nos resta é imprescindível para salvar a terra ?

adenilson disse...

hehe q conversa sensacional.
abaixo o comodismo.
viva a atitude...
go planet....we can!


atualizei o
www.bocadekabide.blogspot.com

espero vc lá novamente xD~
aliás boca de cabide pq quando a pessoa sorri..algumas tem uma boca parecida com um cabide
aiosjoiasjioasja
ótima segunda
abraço

N. Mylonas disse...

Adorei essa carta... mt boa mesmo. e verdadeira.

Bjs =)

Max Psycho disse...

bjus gata e grato pela visita

Karen disse...

Que lindo Nina...
Parabéns pelo tema muito bem posto!
Beijos =D

' káh. milloti ' disse...

uaal, seu texto ficou maravilhoso.
Boa sorte.
Beijãoo

Natália disse...

Obg. por comentar.
bjbj gatinha ;D

Anônimo disse...

Não consigo imaginar um futuro bom para a nossa mãe Terra e infelizmente isso é mto triste
bjus
ótimo texto

Grazi disse...

Não consigo imaginar um futuro bom para a nossa mãe Terra e infelizmente isso é mto triste
bjus
ótimo texto


o anônimo de cima sou eu rs

Flor disse...

Selo pra você no meu blog *-*

Stephanie Pereira disse...

Muito boa a carta e a concientização. tomara que todos que lerem teu post não fiquem inertes diante de tudo.

Robs disse...

É...infelizmente, sem percebermos vamos destruindo nossa terra...

O negócio é a consceitização, porém tem gente que alheia demais aos problemas...

Me da vontade de matar qdo vejo alguém jogando papel na rua!

Bjosss Nina!

Ágatha Alves disse...

NOssa
que texto foda
me desculpe a palavra
muito emocionante

nossa cara de mais

e é a mais pura verdade...
temos que cuidar da nossa terra....

beijos
lindo texto

Lilith disse...

Esse tema realmente é muito interessante...mas eu tenho uma outra visão...a Terra possui uma força tão extraordinária que já estamos sentindo os efeitos de nosso mal comportamento, acredito que nós não conseguiremos nunca acabar com a vida na Terra, mas que a natureza tem forças suficientes para exterminar a raça humana...
bjus.