segunda-feira, 6 de abril de 2009

Eram os deuses egípcios alienígenas de Marte?

Sempre acreditei que o mundo nunca deixaria de viver o grande conflito entre a ciência e a religião. Mas como acreditar que esse conflito será permanente se vemos dia a dia o imenso crescimento da ciência e o declínio das igrejas?

Hoje temos as maravilhas descobertas através das células tronco, temos foguetes para todos os lados e pelo menos uma novidade sobre Marte a cada dois meses. Estamos evoluindo a todo vapor os nossos conhecimentos.


Em compensação, vemos por todos os lados a quantidade de igrejas triplicarem, os clamores cada vez mais sedentos de atenção, os cultos cada vez mais barulhentos e as acusações cada vez mais severas! As religiões se subdividem em uma aparente falta de senso comum entre elas. Em um país de maioria católica, vemos uma quantidade crescente de religiões para todo tipo de crenças e gostos possíveis de se imaginar.


Volto à pergunta do começo do post: Como acreditar que essa rivalidade será para sempre se é visivel que a igreja está em declínio? Atribuo esse declínio a uma maior instrução da população. As crianças continuam estudando religião no colégio, mas também estudam genética! Ao questionar qualquer imposição da religião, não obtem uma resposta, tudo se atribui ao milagre divino. Ao questionar a genética, normalmente obtem a resposta que precisam para curar os tantos "por ques" infantis.

Ainda teremos anos e anos de muita disputa fé x ciência pela frente. Mas, um dia, acredito que veremos as religiões assim como vemos os deuses egípcios: Como a crença de um povo antigo, que um dia atribuiu o sol, a chuva, os ventos e todo o tipo de fenômeno a eles.




11 comentários:

Wagner Lannes disse...

Amor da minha vida, Lactobacilos Bêbados é um trem bão demais! E essa feita com Halls também é demais... tomava muito quando era adolescente.

Obrigado pela visita, saudades de você!

Marcela Reinhardt disse...

concordo, é isso mesmo.
todas as religioes ou crenças com o passar do tempo e conhecimento cientifico acabam por se tornar obsoletas. não duvido que nossas crenças atuais sigam o mesmo caminho, pois a humanidade nao se cansou ainda de responder todas as questoes que a ciencia nao consegue ainda nos dar com respostas religiosas.
p.s. nao esquece de trocar o endereço do meu blog na tua lista de blogs. bj

andre disse...

é a questão da fé, né...
as pessoas tem essa necessidade de se agarrar à uma explicação para o inexplicável.

Lih disse...

tá devidamente linkada no meu blog agora.. naum sei pq naum tava ainda..rs..

e tb tá presenteada.. selinho pra vc lah! ^^
bjo bjo!

M. disse...

5 quarteirões??????????????????

Jisus!! Me manda essa disposição, srsrsrsr

Bjossssssssssssssssss!!!

Rodrigo disse...

sou meio suspeito pra falar que religião, de modo geral, fede e só serve pra causar guerras e discórdias anos a fio... ERAM OS DEUSES ASTRONAUTAS? muito bons o livro e o documentário falando sobre isso. Vida longa aos que pensam com suas próprias cabeças!
bjos,
te amo

Nathália Monte ;D disse...

epaaa declínio das igrejas não da fé!tenho absolutaa certeza!e quem disse que instrução tem como consequencia a 'antipatia'(podia ser outra palavra,mas a essa hora ta tudo pifando aqui..) pela religião? nada dissooo
olhe,olhee kkk beijO

Sarah disse...

É complicado quando o assunto envolve aquilo que voce quer acreditar !
Hoje temos a enorme necessidade de ver para acreditar, tocar para que aquilo seja verdade !
é complicadinho..

*Lusinha* disse...

Pois mesmo a ciência sendo maravilhosa e tendo ajudado muito o homem, acho fé e crença essencial.
Porque tem muita coisa ai que ninguém explica, mas acontece e eu acredito sim em Alguém maior que nós.
Bjitos!
Bom texto!

Rodrigo disse...

Eu acredito no Oscar Schimdt, ex-jogador de basquete, pois ele é infinitamente maior que eu!

Lilith disse...

Eu não acredito nas Igrejas, elas estão sofrendo um declínio...mas acredito que a fé e a espiritualidade de cada um(no sentido de buscar coisas boas e praticar o bem) nunca vão se acabar...mesmo que a ciência consiga explicar tim tim por tim tim tudo o que acontece em nosso mundo.